Violência

Centro Multidisciplinar de Apoio a Vitimas de Violência Doméstica

Sala de cocriação

Criar centros mutidisciplinares, formados por profissionais voluntarios, como Psicologos, advogados e assistentes sociais que dariam apoio as vitimas de violencia doméstica, minimizando as sequelas causadas e reitegrando-as de forma positiva a vida em sociedade.

  • Colaboração de Deborah Griebeler" "Podemos pensar não só na equipe multidisciplinar de atendimento à vítima, mas em uma rede de proteção também. Como todo mundo sabe, as prisões são demoradas e o medo de denunciar vem disso. Assim, podemos pensar em pólos/centros de proteção como se fossem repúblicas e que as vítimas ficam em sistema de rodízio para que não sejam encontradas. É possível procurar parcerias com igrejas ou escolas para disponibilização dos espaços. Como funcionará em sistema de rodízio, os espaços serão cedidos poucas vezes no mês e pode ser usado um carro (Kombi, por exemplo) para transportar os colchões/cobertas.

Materiais necessários: - colchões - cobertas - travesseiros - carro para transporte (usado)"

Como resposta, penso que essa rede deveria focar, principalmente, nos sinais de vioLência, na denuncia e no amparo as vítimas. Uma ação mais rápida e eficaz deveria acontecer, uma vez comprovado o ato de violência, retirando, de modo judicial, o agressor e impedindo seu convivio com a vítima. No caso de isso ser impossível, a ideia acima seria um modo de proteção, contudo, o que se deseja é tornar a vida dos agredidos o mais estável possível...

Gostou desta ideia? Talvez você curta estas também =)

  1. OLHA O ÔNIBUS

    Iniciada por Ana Dantas

    OLHA O ÔNIBUS tem como finalidade disseminar informações relacionadas ao serviço prestado e a segurança dos ônibus que circulam nas cidades, de maneira a promover a melhoria no ...

    Social Good Brasil : só marque aqui se vc participa do projeto Social Good Brasil/SCSocial Good Brasil : só marque aqui se vc participa do projeto Social Good Brasil/SC
    • 2
  2. AcolhimentoemRede: rede virtual de discussões sobre o acolhimento

    Iniciada por Instituto Fazendo História

    O AcolhimentoemRede é uma rede virtual de discussão para todos os profissionais que trabalham com crianças e adolescentes que estão temporariamente separados de suas famílias po...

    Redes de AprendizagemRedes de Aprendizagem
    • 0
  3. Ativação das Coberturas

    Iniciada por Lucas Piccoli Weinmann

    A cobertura de diversos prédios da nossas cidades é feita com laje e impermeabilização. Esses espaços, no caso de Porto Alegre, geralmente são: - A casa do zelador do prédio:...

    CrowdbusinessCrowdbusiness
    • 14
Gostou

Colabore com referências e mais informações para o desenvolvimento desta ideia. Ajude a elaborar as necessidades e próximos passos!

Você precisa fazer login para poder colaborar.

Picture?type=square
Publicada há mais de 1 ano

Toda e qualquer ideia/solução para atenuar o sofrimento de mulheres e crianças vitimas de violência doméstica, são hiper bem-vindas, mas indico para todos o site do CEVAM - Centro de Valorização da Vida, instituição social de Goiãnia, com 32 anos de existência e que é uma referência em modelo de atuação social assemelhado a este que é aqui é sugerido. Visitem www.cevam.com.br.

Responder
Picture?type=square
Publicada há quase 2 anos

Precisa de Dicas pra sua ideia decolar?

http://festivaldeideias.org.br/ideias/5-redes-de-aprendizagem/ideia/724-toro-de-ideias-dicas-para-os-criativos-do-fdi

Responder
Picture?type=square
Publicada há 2 anos atrás

esse é um plano de negócios sociais, se quiser use e abuse

1- Descrição geral da ideia

2- Modelo de negócio (vai ser uma ONG? Um negócio social? Uma empresa?)

Vantagens (quais são as vantagens desse modelo de negócio escolhido?): Vantagens para quem investir Vantagens para os beneficiários Vantagens para o negócio

3- Missão, Valores e Princípios

4- Objetivos (quais são os objetivos q queremos alcançar?) Objetivos Econômicos: Objetivos Sociais: Objetivos Ambientais:

5- Serviços Oferecidos (oq vamos oferecer?)

6- Análise de Fatores (Diagnóstico preliminar)
a) Tendências – (oq esta acontecendo neste área hoje? Existe espaço para crescer?)
b) Público Alvo – (quem serão nossos clientes/beneficiários?)
c) Concorrência – (existe concorrência?)
d) Parcerias – (quais são as possíveis parcerias?)

7- Organização (Como vamos funcionar?)
a) Equipe de trabalho - (quantos vão trabalhar diretamente na ideia e quais suas funções?)
b) Conselho Diretor - (quem vai mandar? a coordenação pode ser compartilhada?)
c) Plano Operacional – (a ser construído)
d) Localização geográfica – (onde será a sede? E pq?)
e) Instalações e equipamentos – (oq precisaremos para funcionar?)

8- Plano de Ação/Cronograma (quais serão as ações do primeiro ano de vida da ideia? No 1º. e 2º. Semestres?)

9- Questões legais e de regulamentação (a ideia tem embasamento legal? Ou seja pode ser feita no Brasil seguindo as normas vigentes?)

10- Análise Financeira
a) Estimativa de Investimento:
b) Estimativa de custos fixos:
c) Estimativa de custos variáveis:
d) Fonte de recursos:
e) Retorno do investimento:
f) Meta financeira:

11- Riscos e desafios (quais são os principais problemas q a ideia vai enfrentar para ser executável?)

12- Referências (onde fomos buscar as informações utilizadas neste plano?)

Responder
Picture?type=square
Publicada há 2 anos atrás

Parabéns pela ideia. Colaborei lá... ;-)

Responder
Picture?type=square
Publicada há 2 anos atrás

Conte comigo, Renata! Como podemos fazer? Vc participa das cocriações presenciais???

Responder
Picture?type=square
Publicada há 2 anos atrás

Debora, que tal participar mais ativamente?

Responder
Picture?type=square
Publicada há mais de 2 anos

Deixar um pouco mais leve, mais positivo o ambiente de atendimento da vítima seria fundamental. A vítima deve saber que deu um passo positivo em sua vida e receber o devido apoio.

Responder
Picture?type=square
Publicada há mais de 2 anos

"O bom juiz não deve ser jovem, mas ancião, alguém que aprendeu tarde o que é a injustiça, sem tê-la sentido como experiência pessoal e ínsita na sua alma; mas por tê-la estudado, como uma qualidade alheia, nas almas alheias." Orientação judicial para a vítima de violência doméstica é primordial. Mesmo existindo a lei Maria da Penha, sabemos que o sistema judiciário é falho e lento e ainda não está preparado para julgar a contento esses casos, que exigem rapidez e capacidade. Muitas vezes a unica testemunha dos fatos é a própria vítima que deve estar preparada para fornecer toda a informação pertinente ao caso, o que envolve expor sua intimidade, muitas vezes de modo cruel. Nesse momento se faz necessário um suporte emocional de modo eficiente, tanto no ambito jurídico quanto no emocional.
Idéias de como disponibilizar essa ajuda é o que precisamos. Essa ajuda deve ser fácil e não caracterizada, pois a vítima é apenas isso - uma vítima - e deve ser amparada.

Responder
Picture?type=square
Publicada há mais de 2 anos

Nossa, adorei essa idéia ...como fazemos para levar em frente. Importante esse apoio à famílias vitimadas, que não sabem como fazer. Pior quando a vilolência é psicológica e não deixa marcas visíveis. Como agir?

Responder
Picture?type=square
Publicada há 2 anos atrás

Oi Renata, não conheço ninguem com esse perfil. Achei que voce estaria coordenando isso e gostaria de voluntariar. Pode contar comigo quando essa idéia evoluir para a prática.

Responder
Picture?type=square
Publicada há 2 anos atrás

Renata, devido ao Festival circular as mais diversas idéias, acharia legal , talvez você colocar essa proposta num grupo do Face, pois lá alcançaria um público "alvo" mais identificado com essa preocupação. Fazendo uma chamada para o problema e discutindo melhor o assunto, com possíveis voluntários.

Responder
Picture?type=square
Publicada há 2 anos atrás

Pôxa Ricardo, esse é o problema - tenho muitas idéias e gostaria que alguém tocasse essa aqui por considerá-la primordial. Você conhece alguém disposto e com conhecimento suficiente para ajudar na moderação e formação do projeto?

Responder
Picture?type=square
Publicada há mais de 2 anos

Gente, vamos colabora com essa ideia... Ela nasceu de uma necessidade urgente, dados os altos indices de violência familiar em nossa país, onde não existe uma estrutura de apoio visando a reestruturação das familias vitimadas.

Responder
Picture?type=square
Publicada há mais de 2 anos

Legal a idéa .... e muito Necessária .... Para todos aqueles que agridem os Direitos Humanos de qualquer cidadão .... teria que ter também uma forma de Re-educação ....

Responder
Picture?type=square
Publicada há 2 anos atrás

Raquel, como disse acima para o Ricardo - procuro pessoas competentes que ajudem a formar esse projeto. Talvez, inclusive, como moderador. Aceito sugestões!

Responder