Violência

REESCREVENDO O AMANHÃ

Brasília, Distrito Federal
Sala de cocriação

As grandes cidades na atualidade estão repletas de crianças que vivem sozinhas, abandonadas à própria sorte, à margem da sociedade, excluídas do núcleo familiar, quando este existe, pelos mais diversos motivos. Sem elementos e apoio institucional adequado para sairem dessa condição, dia após dia, constroem uma estória de dificuldade, dor e sofrimento, simplesmente, para se manterem vivos, sem nenhuma perspectiva de melhora, sem saberem o que virá amanhã, sem maturidade para rejeitarem o que de ruim e mais fácil as ruas oferecem acabam se enveredando pelo submundo das drogas, dos pequenos furtos e da criminalidade. Isso tudo acontece bem debaixo dos nossos olhos, e nós o que fazemos?? Enquanto estou sentada no sofá da minha casa, aqui bem perto, na rodoviária do Plano Piloto de Brasília, tem crianças com a barriguinha roncando de fome, descalças, sujas, sem nenhuma perspectiva de melhora. A idéia já foi dada na Constiuição Federal deste País: "Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho." Então porque ninguém faz nada?? Enquanto políticos e empresários inescrupulosos se esbaldam com dinheiro público, a dois quilômetros ou menos da Praça dos 3 Poderes e por todo o Brasil, parte do futuro desse País é escrito com as letras obscuras da negligência social. Se alguém quiser rir... evoco o Estatuto da Criança e do Adolescente em seu artigo 4º: "Art. 4º É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária." Certamente o plano emergencial é que durante a Copa do Mundo essas crianças e adolescentes sejam retiradas da rua para deixar tudo bonitinho a fim de evitar que os visitantes vejam a feia realidade. Ante tudo o que foi acima exposto, a minha idéia é de que sejam criadas Parcerias Público-Privadas - PPP's, no âmbito do Ministério do Desenvolvimento Social, Ministério da Educação e de outros órgãos com o objetivo de solucionar o problema dessas crianças, uma vez que, conforme demonstram as ruas, o Poder Público sozinho não consegue resolvê-lo e que, se nada for feito, ele terá reflexos visíveis na violência urbana, a curto (Adolescentes) e médio prazo (crianças). Exemplo: Um jovem "recluso" em centro de atendimento para jovens infratores, custa mais para o Erário Público do que um filho de classe média estudando em bom colégio, cursando idioma, comendo e se vestindo dignamente. O maior agravante é que esses jovens em nada evoluem nesses centros, saem pior do que entraram. Então alguma coisa tem que ser mudada, sob pena de que se algo não for feito, o preço a ser pago pela sociedade será muito alto. A minha idéia é de que no caso dos jovens reclusos em centros especializados sejam concedidos incentivos fiscais para empresas que abrirem oportunidades para esses jovens, tanto de trabalho, quanto de aprendizagem: Educação formal e cursos profissionalizantes. Mas, algo feito em grande escala, com grande abrangência, não com poucos jovens, todos merecem uma chance. No caso das crianças abandonadas nas ruas, além das PPP's, também poderia ser feita a concessão de incentivos fiscais e outros incentivos para empresas da área de educação, psicólogos e médicos que assumissem essa causa. Também a reinserção dessas crianças e jovens dentro de suas famílias, desde que houvesse um trabalho anterior com elas para que estivessem adequadas a recebê-los. O que se observa é que o Poder Público criou prisões para jovens, onde se misturam jovens que cometeram atos gravíssimos com outros que muito pouco fizeram, esses centros, se já não se tornaram, podem vir a se tornar verdadeiras escolas de crime, como as ruas para os que estão nela vivendo. É primordial que algo seja feito urgente. Sentei aqui e comecei a escrever e não tenho como mensurar, agora, o valor dessa ídeia, o valor que vou colocar é o valor que ouvi dizer que se gasta com um jovem recluso em um centro de atendimento para menores infratores.

Gostou desta ideia? Talvez você curta estas também =)

  1. Motivar a evolução dos pesquisadores iniciantes no Brasil

    Iniciada por Fernanda Sorce Marinho

    Há uma necessidade que os estudantes de pesquisa, (principalmente os iniciantes, como os de mestrado e iniciação científica), tem para se manterem ativos e persistentes no traba...

    Redes de AprendizagemRedes de Aprendizagem
    • 2
  2. REDE ALPHA

    Iniciada por Gabriel Parra

    O Projeto de Rede Social( http://www.alphasemfronteiras.com/p/rede-alpha_8.html#robot7 ) O conceito de Rede ATUALIZADO 31 DE JANEIRO DE 2012 TEXTO POR GABRIEL G. C. PAR...

    Redes de AprendizagemRedes de Aprendizagem
    • 2
  3. Rede de Consultas Médicas Voluntárias

    Iniciada por Fernando Barreto de Almeida

    Rede de Consultas Médicas Voluntárias <b>Motivação:</b> Face à dificuldade de atendimento de saúde através dos equipamentos públicos e à longa espera por consultas e...

    VoluntariadoVoluntariado
    • 0
Gostou

Colabore com referências e mais informações para o desenvolvimento desta ideia. Ajude a elaborar as necessidades e próximos passos!

Você precisa fazer login para poder colaborar.

Picture?type=square
Publicada há quase 2 anos

Precisa de Dicas pra sua ideia decolar?

http://festivaldeideias.org.br/ideias/5-redes-de-aprendizagem/ideia/724-toro-de-ideias-dicas-para-os-criativos-do-fdi

Responder
Picture?type=square
Publicada há 2 anos atrás

esse é um plano de negócios sociais, se quiser use e abuse

1- Descrição geral da ideia

2- Modelo de negócio (vai ser uma ONG? Um negócio social? Uma empresa?)

Vantagens (quais são as vantagens desse modelo de negócio escolhido?): Vantagens para quem investir Vantagens para os beneficiários Vantagens para o negócio

3- Missão, Valores e Princípios

4- Objetivos (quais são os objetivos q queremos alcançar?) Objetivos Econômicos: Objetivos Sociais: Objetivos Ambientais:

5- Serviços Oferecidos (oq vamos oferecer?)

6- Análise de Fatores (Diagnóstico preliminar)
a) Tendências – (oq esta acontecendo neste área hoje? Existe espaço para crescer?)
b) Público Alvo – (quem serão nossos clientes/beneficiários?)
c) Concorrência – (existe concorrência?)
d) Parcerias – (quais são as possíveis parcerias?)

7- Organização (Como vamos funcionar?)
a) Equipe de trabalho - (quantos vão trabalhar diretamente na ideia e quais suas funções?)
b) Conselho Diretor - (quem vai mandar? a coordenação pode ser compartilhada?)
c) Plano Operacional – (a ser construído)
d) Localização geográfica – (onde será a sede? E pq?)
e) Instalações e equipamentos – (oq precisaremos para funcionar?)

8- Plano de Ação/Cronograma (quais serão as ações do primeiro ano de vida da ideia? No 1º. e 2º. Semestres?)

9- Questões legais e de regulamentação (a ideia tem embasamento legal? Ou seja pode ser feita no Brasil seguindo as normas vigentes?)

10- Análise Financeira
a) Estimativa de Investimento:
b) Estimativa de custos fixos:
c) Estimativa de custos variáveis:
d) Fonte de recursos:
e) Retorno do investimento:
f) Meta financeira:

11- Riscos e desafios (quais são os principais problemas q a ideia vai enfrentar para ser executável?)

12- Referências (onde fomos buscar as informações utilizadas neste plano?)

Responder
Picture?type=square
Publicada há 2 anos atrás

Amigos, uma de minhas idéias publicadas no Festival de Idéias.

Responder